Praia da Silveira

Uma praia exuberante e majestosa. Com 1,5 Km de extensão, possui areia fofa, grossa e com resquícios de concha. Ao sul, um morro imenso, com um verde pertencente à Mata Atlântica, quase 100% preservado. Ao norte, um costão que após uma hora e meia de caminhada e muitas piscinas naturais depois, leva até a Praia da Preguiça.

ROTEIRO VIP

A Silveira é considerada uma das melhores praias para a prática de surf, do Brasil e do mundo. O canto sul, com fundo de pedra, acelera o coração dos surfistas mais experientes. O meio de praia é chamado de Mike Tyson: Onda forte, tubular e pesada! No inverno água gelada, no verão dá para cair só de bermuda.

O canto sul oferece a beleza de um riozinho, que liga a lagoa ao mar. A água quente do riozinho e a proximidade do morro formam uma proteção do vento sul para famílias com crianças. A Praia da Silveira é o melhor lugar da cidade para apreciar o nascer da lua cheia, acredite.

ALTA E BAIXA TEMPORADA

A Silveira é uma praia bastante preservada e ainda pouco explorada comercialmente. No verão, alguns ambulantes vendem sanduíches e bebidas em pontos fixos na areia. O meio de praia conta com uma única opção de bar, que fecha durante o inverno. Em uma servidão que dá acesso ao canto sul existe estacionamento pago, com banheiro e bar disponível aos banhistas – este abre também durante os finais de semana da invernada.

INFRAESTRUTURA

A estrada já foi pior, e isso serve de consolo para muitos. Nas partes mais íngremes o calçamento se faz presente, no entanto ainda há trechos que sofrem com a ação do tempo. É preciso dirigir com calma e cautela. Restaurantes, bares ou bistrôs? Volte um pouco mais para o centro da cidade e vai encontrar.

HISTÓRIA

A praia leva como nome o sobrenome dos irmãos Bernardino e Isaías, que reza a lenda teriam sido os desbravadores desta região de montanhas, lagoa e praia. Nos anos 80, a Silveira foi cenário do clássico “Garota Dourada”. O novo e o velho aqui se misturam: Os surfistas em busca das melhores ondas circulam pelas mesmas estradas em que o carro de boi e seu velho dono carregam a mandioca recém colhida. Descendência açoriana, por toda parte.

Fonte: Portal Vip Garopaba

Comments are closed.